Usuário:Marina Senra

De EmBreveAqui
Ir para: navegação, pesquisa

URB053 - Projeto Paisagístico[editar]

Desenhando a cidade em tempos instáveis (Saskia Sassen)


"Os arquitetos necessitam enfrentar a enormidade da experiência urbana, a presença esmagadora de arquiteturas maciças e de infraestruturas densas nas cidades de hoje, e a lógica irresistível do lucro que organiza muitos dos investimentos nas cidades." O crescimento das cidades vem cada vez mais gerando deficiências em atender as necessidades coletivas e desigualdades nos centros urbanos.

"Ao mesmo tempo, uma cidade está cheia de espaços subutilizados, frequentemente marcados mais pela memória do que por seu significado no presente como espaço subutilizado." A memória como senso de pertencimento ao local, mesmo fora das lógicas de lucro atuais.

"Além da enorme variedade de suas contribuições, a arquitetura e o urbanismo podem funcionar também como práticas artísticas críticas que nos permitem captar algo mais evasivo do que aquilo que se vê representado pelas idéias como a da transformação do urbano em um parque temático." Lugares semiabandonados X estruturas maciças.

Esses espaços considerados semiabandonados exibem grande potencial de recuperação não apenas arquitetônica mas de história.

Antiga Zona Boêmia de Belo Horizonte


A Guaicurus era, em meados do século XX, o coração do polo boêmio da cidade de Belo Horizonte, com bares e cabarés, incluindo o famoso salão Montanhês Dancing, onde havia bastante música e bebidas para divertimento da população. O grande movimento da região se dava pela presença de comércio popular e, principalmente, por ser uma zona de passagem. Atualmente é uma região degradada da cidade e ponto de prostituição, onde apenas acontecem atividades eventuais que envolvem outros moradores, como por exemplo, os blocos de carnaval, que estão voltando a cair no gosto popular após anos de pouco sucesso.

Como está localizada em uma região central e de fácil acesso, principalmente pela Estação Central do metrô, nossa proposta é revitalizar alguns quarteirões localizados nesta via. Assim como o Plano Urbanístico prevê a requalificação e alargamento de calçadas, tratamento paisagístico das mesmas e instalação de mobiliário urbano adequado, também pretendemos empregar essas melhorias em nosso Projeto Paisagístico. Além disso, buscamos requalificar alguns edifícios e propor áreas de lazer, tornando os quarteirões em Quadra Praça, com áreas para uso público e também pontos comerciais, para trazer novamente o movimento e os ares boêmios de antigamente.